dez 14 2017

NOTÍCIA & OPINIÃO

Published by under Jornalismo

MARQUINHO_MENDES12

É hoje!

É hoje o depoimento do prefeito de Cabo Frio Marquinhos Mendes (PMDB), na Polícia Federal (PF). O prefeito certamente vai esclarecer as autoridades policiais a relação entre ele e Cláudio Moreira, que ele Marquinhos nomeou para presidir a Comsercaf.

O nervosismo é grande.

Não é pequena a apreensão do infinito número de comissionados (portariados) do governo Marquinhos Mendes (PMDB). Muitos desses comissionados só apoiaram a campanha vitoriosa sob a promessa justamente desses cargos comissionados. Estão em jogo as prestações do carro novo, as mensalidades da escola privada do filho e assim por diante. O nervosismo é grande.

Nada feito!

LISTAO

Até agora a promessa do prefeito de Cabo Frio de exonerar todos os portariados da Comsercaf não se concretizou. Muito menos a transparência, que o momento exige, publicando todos os nomes constantes do famoso “Listão da Comsercaf”.

Fé & Coragem.

LCG

Será que o advogado Luiz Cláudio Gama dos Santos e a comissão, ambos nomeados pelo prefeito, terão autonomia e coragem para isso? Ao exonerar e publicar os nomes estarão atingindo e debilitando todo o poder acumulado por Cláudio Moreira e seu grupo. Como o prefeito Marquinhos Mendes (PMDB) disse que para ele tudo foi uma novidade, a sociedade está esperando.

Os poderosos!

O ex-presidente da Comsercaf, Cláudio Moreira, hoje preso na Penitenciária Ary Franco, em Niterói, era um dos mais poderosos membros do governo de Marquinhos Mendes (PMDB). Outro nome influente do governo é Cláudio Bastos, líder regional do PRB e secretário de planejamento e desenvolvimento da prefeitura de Cabo Frio.

Os estragos na credibilidade.

VANDERLEI_SILAS_CUNHA

A iniciativa do vereador Vanderlei Bento (PMB) apresentando o pedido de impeachment do prefeito Marquinhos Mendes (PMDB) não lhe trouxe a popularidade almejada. O vereador praticamente não conseguiu discursar da tribuna da câmara. Os muitos anos de aliança do seu pai Silas e dele próprio com a dupla Alair/Marquinhos (PP + PMDB)  e com o ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB) provocaram estragos na pretendida credibilidade.

A bancada governista é fiel a si mesma.

A manifestação do Sepe Lagos e dos outros sindicatos dos servidores mais uma vez encurralou o presidente da câmara Aquiles Barreto (PRB) e a bancada governista. Os vereadores, lamentavelmente, mostraram que entre o governo autoritário, que não respeita os compromissos assumidos e os servidores, fica sempre com o governo.

Nem alma penada apareceu.

O grupo do ex-vereador Adriano Moreno (REDE) convocou, através das redes sociais da internet, uma manifestação contra a corrupção, com concentração na Praça Porto Rocha, centro de Cabo Frio. O resultado foi desanimador para o grupo, simplesmente não apareceu ninguém, nem uma alma penada.


One response so far

dez 14 2017

CHARGES

Published by under Jornalismo

CHARGES VERMELHO

CHARGE-7

CHARGE-8

CHARGE-9

 


No responses yet

dez 14 2017

ASSEMBLEIA DO SEPE LAGOS APROVOU A CONTINUIDADE DA GREVE.

Published by under Jornalismo

ASSEMBLEIA

ASSEMBLEIA DO SEPE LAGOS APROVOU A CONTINUIDADE DA GREVE.

Os profissionais da educação aprovaram, por unanimidade, a continuidade da greve até o pagamento do salário de novembro e do 13° salário (que já venceu a primeira parcela no dia 30/11 e, tem o dia 20, como data limite para o pagamento). Os servidores da saúde também participaram da assembleia desta noite, onde foi votada e aprovada a unificação dos atos.
Foram aprovadas as seguintes propostas:
- greve até o pagamento do salário de novembro e do 13° salário;
- integração à luta dos aposentados;
- formação do comando de greve;
- ato nesta quinta-feira (14/12), às 16h, em frente ao Econômico do Centro e, em seguida, acompanhamento da sessão na Câmara Municipal;
- ato na sexta-feira (15/02), às 9h, no Largo Santo Antônio;
- intensificação da campanha do lixo, mostrando o dinheiro do povo sendo jogado fora;
- carro de som pelas ruas da cidade;
- não fechamento dos diários do ano letivo de 2017, até o pagamento do salário de novembro e do 13° salário;
- fazer menção nos atos e campanhas sobre a falta de resposta do judiciário às ações ingressadas na justiça;
- assembleia na terça-feira, dia 19, às 18h, no Edilson Duarte.


One response so far

dez 14 2017

MERCADO IMOBILIÁRIO E MEIO AMBIENTE – Mário Flavio Moreira.

Published by under Jornalismo

ARTIGO VERMELHO

MARIO_FLAVIO_MOREIRA_6

Mario Flavio Moreira (*)

Não é novidade nos dias de hoje a crescente preocupação com a preservação do meio ambiente, buscando-se, através de políticas ambientais, planejamento e controle, encontrar a estabilidade entre os recursos naturais e o crescimento econômico, investindo-se cada vez mais na busca por um desenvolvimento sustentável. Pode-se dizer que chegamos a um alto patamar de preocupação ambiental, uma vez que a adoção de medidas protetivas não é mais exclusiva de organizações não governamentais, como nos últimos anos. Hoje, temos a eficaz ação cooperativa dos entes federativos, responsáveis e competentes para agirem em prol de um meio ambiente ecologicamente equilibrado. No que se refere ao estado do Rio de Janeiro, é possível se verificar essa atual preocupação, a partir de novas exigências realizadas pelo ente estadual, como a necessidade de licenças ambientais para o desenvolvimento de empreendimentos imobiliários. Apesar de já fazer parte do trâmite autorizativo em grandes cidades, como São Paulo e Rio de Janeiro, no estado do Rio o tema ainda surge como uma grande novidade aos incorporadores imobiliários. Anteriormente, o estado do Rio de Janeiro apenas exigia a licença ambiental para empreendimentos de grande porte. Hoje, porém, o porte não é um fator determinante para a análise da necessidade de licenciamento, constituindo a concessão da licença ambiental como requisito para o desenvolvimento de empreendimentos imobiliários. Com efeito, o licenciamento ambiental é um dos instrumentos da Política Nacional do Meio Ambiente, conforme se vislumbra da Lei nº. 6.938/81, e consiste no procedimento administrativo destinado a licenciar atividades ou empreendimentos utilizadores de recursos ambientais, efetiva ou potencialmente poluidores ou capazes, sob qualquer forma, de causar degradação ambiental. No que concerne, especificamente, a competência para o licenciamento ambiental, a Lei Complementar 140/2011, no seu Art. 9º, prevê que é competência do município promover o licenciamento ambiental de atividades ou empreendimentos que possam causar impacto de âmbito local, conforme tipologia definida pelos Conselhos Estaduais de Meio Ambiente, considerados os critérios de porte, potencial poluidor e natureza da atividade. Diante disso, em atenção a LC 140/11, foi editada Resolução do Conselho Estadual do Meio Ambiente, disciplinando a matéria acerca das atividades de impacto local de competência municipal, de modo que tal resolução deve ser observada por todos os municípios fluminenses quando do licenciamento ambiental, inclusive para as atividades e empreendimento imobiliários. No estado do Rio de Janeiro, foram firmados convênios com os municípios, passando para os órgãos municipais de Meio Ambiente a responsabilidade pela análise e concessão de licenças ambientais. Dessa forma, os municípios podem conceder licença ambiental, emitir autorização para corte, poda e supressão de vegetais em áreas privadas em processo de licenciamento ambiental, firmar Termos de Compromisso e Responsabilidade Ambiental, entre outras. No ramo da construção civil, em especial aos empreendimentos imobiliários, é possível verificar que esta é uma atividade capaz de gerar diversos danos ambientais, trazendo reflexos diretos e indiretos ao local em que se desenvolve. Os principais fatores relacionados a essas construções referem-se à utilização de recursos naturais, impacto visual, poluição atmosférica e sonora, impermeabilização do solo, bem como a geração de resíduos e a supressão da vegetação, sendo estas últimas as grandes vilãs sob o ponto de vista ambiental. Os danos provocados pela produção de resíduos provenientes da construção civil advêm do fato de que os materiais usados na obra, em grande parte, não são renováveis, causando uma grande concentração de lixo. Além disso, os responsáveis pelas obras, em regra, não dão a destinação adequada aos resíduos, deixando-os em locais inadequados e expostos. Outro aspecto relevante no tocante do licenciamento ambiental diz respeito aos Estudos de Impacto Ambiental (EIA), previsto na própria Constituição Federal, bem como o de Impacto de Vizinhança (EIV), previsto nos Planos Diretores de Desenvolvimento Urbano e Lei de Ordenamento e Uso do Solo nos município do estado do Rio de Janeiro. Sendo assim, uma vez que os impactos trazidos pelo desenvolvimento de empreendimentos imobiliários abarcam o meio físico, social, natural e econômico, meios estes inerentes ao conceito de meio ambiente, o licenciamento ambiental vem como uma forma de contrabalancear os danos causados, justificando, dessa forma, os ônus que devem ser abarcados pelos incorporadores e construtores. É fato que as exigências realizadas pelo ente municipal, por meio dos Órgãos Ambientais, no momento da concessão da licença ambiental, outorgada com a validade de três anos, têm o mero objetivo de amenizar ou compensar as diversas consequências decorrentes da realização de obras civis.

Biólogo e Consultor Ambiental.

 


No responses yet

dez 14 2017

GRAVURAS

Published by under Jornalismo

BARROS

www.artedagente.com.br


No responses yet

dez 14 2017

JORNAL DO TOTONHO

Published by under Jornalismo

JORNALDOTOTONHO_2


No responses yet

dez 13 2017

NOTÍCIA & OPINIÃO

Published by under Jornalismo

prefeitura

Ansiedade & Curiosidade

O meio político de Cabo Frio aguarda com ansiedade e curiosidade o depoimento do prefeito Marquinhos Mendes (PMDB), na Polícia Federal, em Macaé. Todos querem saber o que o prefeito tem a dizer sobre a gestão do amigo de longa data (desde a Alerj) e aliado político Cláudio Moreira.

Cadê a lista de exonerados?

O prefeito poderia chegar a Macaé para depor com a lista de exonerados da Comsercaf nas mãos e publicada na mídia cabofriense. Afinal, o que estão fazendo na autarquia o interventor Luis Cláudio Gama e a comissão? A população está cheia de blá-blá-blá.

Marquinhos na corda bamba?

RAFAEL_PECANHA_9  &  VANDERLEI-BENTO-2

Ontem, terça-feira, 12, o vereador Rafael Peçanha (PDT) reafirmou que Marquinhos Mendes (PMDB) não tem mais condições de continuar a ocupar o cargo de prefeito de Cabo Frio. O vereador trabalhista concorda com o Vanderlei Bento (PMB), que apresentou o pedido de impeachment de Marquinhos.

Nem o endereço?

ALAIR-SONINHO-2  &  mm

Alair Corrêa (PP) e Marquinhos Mendes (PMDB) têm muito em comum, ambos foram deputados estaduais. Os dois tiveram atuação apagada, inclusive na época corria a piada que não sabiam sequer o endereço do Palácio Tiradentes, sede da Assembleia Legislativa do Estado do Rio.

O desgaste de Aquiles é grande.

Nesse vulcão de escândalos que se tornou a prefeitura de Cabo Frio, um dos mais prejudicados é o presidente da câmara, Aquiles Barreto (PRB). O desgaste de Aquiles, principal peça do esquema político de Marquinhos Mendes (PMDB) e candidato a sentar em uma poltrona na Assembleia Legislativa, é grande, muito grande.

Só um milagre resolve.

CARLOS_VICTOR_3  &  AQUILES_BARRETO_01

Após os escândalos dos super salários no departamento de recursos humanos da prefeitura de Cabo Frio e a prisão do presidente da Comsercaf, Cláudio Moreira, o esquema político do grupo de Marquinhos Mendes (PMDB) está bastante fragilizado. A dupla formada por Carlos Victor Mendes e Aquiles Barreto vão precisar de um grande milagre para se eleger.

Tem regra três na história?

LUIS_GERALDO_3

Os dois, Aquiles e Carlos Victor estavam sendo preparados pelo governo para as eleições. O desgaste é tal, que pode renascer o nome do vereador Luís Geraldo (PRB), que andou se assanhando como candidato a câmara federal, mas vai ter que se livrar da imagem de político ligado a Marquinhos Mendes (PMDB).

Comício?

As conversas e debates no meio político de Cabo Frio registram que pegou muito mal a “entrevista” do policial federal, no programa do ex-vereador e ex-secretário Dirlei Pereira, na Rádio Cabo Frio. A quantidade de pessoas lembrou um comício e o período eleitoral não foi aberto, ao menos oficialmente.

Só generalidades.

As “andorinhas” estão cada vez mais inquietas e não sabem exatamente o que fazer. O líder sem mandato só se posiciona sobre generalidades, o que facilita não se comprometer com absolutamente nada. No facebook existe um grupo fechado denominado “Frases inteligentes do Doutor Adriano”. Deve ser um fenômeno!

BARROS

www.artedagente.com.br


No responses yet

dez 13 2017

JORNAL DO TOTONHO

Published by under Jornalismo

JORNALDOTOTONHO-1


No responses yet

dez 12 2017

NOTÍCIA & OPINIÃO.

Published by under Jornalismo

federal

O que Marquinhos têm a dizer?

O prefeito Marquinhos Mendes (PMDB) vai depor, na quinta-feira, na Polícia Federal, em Macaé, como consequência da Operação Bassura. Certamente, o prefeito de Cabo Frio vai prestar inúmeros esclarecimentos, que enriquecerão não apenas o processo, mas a história política da cidade.

Marquinhos: “silêncio obsequioso”

Marquinhos Mendes (PMDB) disse publicamente em sua primeira aparição após o início do escândalo a seguinte frase “para mim foi uma novidade”. Ora, se a expressão tem força de verdade o prefeito de Cabo Frio nada terá a esclarecer na Polícia Federal e ficará restrito ao “silêncio obsequioso”.

Tentando recuperar o espaço.

O vereador Vanderlei Bento (PMB) tomou a iniciativa de pedir o impeachment de Marquinhos Mendes (PMDB) como prefeito de Cabo Frio. É a primeira vez que um membro da Família Bento toma decisão política tão forte. A família tenta recuperar o terreno político perdido na cidade.

Tá brincando!

A presença de inúmeras figuras e figurinhas carimbadas da política cabofriense, no programa do ex-vereador Dirlei Pereira (em que partido está no momento?) mostrou que tem gente pouco interessada no combate à corrupção. A jogada é se aproveitar do momento político para se manter na alta esfera do poder municipal ou mesmo voltar para ela.

Provocando gargalhadas.

A “mídia amiga”, aquela que diz “Tem poder? Estou dentro” está provocando gargalhadas, tentando explicar o inexplicável. Empurram todas as culpas nas costas do Cláudio Moreira, o então presidente da Comsercaf, tentando preservar o que lhes resta, o prefeito Marquinhos Mendes (PMDB).

Até quando?

Como sempre o prefeito de Cabo Frio usa o nome de Deus em suas falas, quando a situação está complicada para ele e sua turma. Quando vai aparecer alguma autoridade religiosa descompromissada com o poder que vai puxar a orelha do prefeito por usar o nome de Deus em vão?

Exonerados! Mais uma bravata do prefeito?

Marquinhos Mendes (PMDB) já exonerou todos os comissionados da Comsercaf como anunciou publicamente? Foi mais uma bravata de tantas outras? Essa lista de exonerados tem que vir a publico para que a sociedade saiba o número e as figuras penduradas na autarquia.

Vereadores inquietos?

CAMARA-7

Vereadores da bancada governista estão apreensivos com o Escândalo da Comsercaf? Ora, quem não deve, não teme como diz o velho e bom ditado popular. Faz uma CPI investigando a Procaf, a Secaf e a Comsercaf e os vereadores vão ficar tranquilinhos.

Extinção da Comsercaf.

RAFAEL_PECANHA_9

Até agora a melhor sugestão partiu do vereador Rafael Peçanha (PDT), que propõe a extinção da Comsercaf. Quem sabe? O problema é que boa parte dos vereadores, em especial da bancada governista, vai estrilar. Apura o que tem que apurar e depois extingue a autarquia. Não vai fazer falta.

s


One response so far

dez 12 2017

CHARGES

Published by under Jornalismo

CHARGES VERDE EXÉRCITO

CHARGE-4

CHARGE-5

CHARGE-6


No responses yet

dez 12 2017

MT BOY

Published by under Jornalismo

MT-BOY


No responses yet

dez 12 2017

…VOO LIVRE – Sérgio Quissak.

Published by under Jornalismo

V


No responses yet

dez 11 2017

NOTÍCIA & OPINIÃO

Published by under Jornalismo

O eclético Dirlei.

DIRLEI_PEREIRA_05

Passou por diversas secretarias, foi vereador, candidato a prefeito e segundo alguns observadores caminha para se tornar pastor. No momento, Dirlei Pereira é radialista e atua na Rádio Cabo Frio. Para pensar, meu caro leitor: por que, justamente o programa do ex-vereador, iniciante e inexperiente radialista Dirlei Pereira para entrevista tão importante?

Os assanhados!

Algumas figuras políticas de Cabo Frio, verdadeiros “arroz de festa” (estão em todos os governos), que não foram contemplados no governo Marquinhos Mendes (PMDB) estão muito assanhadas. Alguns apareceram na entrevista dada pelo delegado da Polícia Federal, na Rádio Cabo Frio.

Manjados.

A maior parte dos “assanhados” está apenas interessada no enfraquecimento político do governo de Marquinhos Mendes (PMDB). Governo enfraquecido fica mais fácil aparecer algum cargo comissionado de boa qualidade e então o antigo crítico implacável vira ferrenho defensor.

Marquinhos, o aplaudido.

MARQUINHO_MENDES_16

Jornalistas batendo palmas para o prefeito Marquinhos Mendes (PMDB) após “entrevista coletiva” não é nenhuma novidade. A mesma turma também aplaudia freneticamente o ex-prefeito Alair Corrêa (PP), evidentemente até a crise financeira se agravar e a prefeitura cancelar alguns mimos.

Listão da Comsercaf.

Em sua “entrevista coletiva” Marquinhos Mendes (PMDB) anunciou a exoneração dos comissionados (portariados) da Comsercaf. Seria de bom tom que essa lista fosse publicada. Talvez a divulgação da lista permita perceber a razão de tantos aplausos ao prefeito.

Nervosismo na Corte.

Os “comissionados” ou “portariados” do governo de Marquinhos Mendes (PMDB) estão muito nervosos. Temem, obviamente perder a sinecura. Estão até mesmo confundindo as pessoas no meio da rua e até batendo cabeça.

Como estão as investigações do “Escândalo no RH”?

O “Escândalo na Comsercaf” é tão grave que conseguiu de alguma forma encobrir o “Escândalo no RH”, com os seus super salários, que o prefeito Marquinhos Mendes (PMDB) também prometeu investigar. Não custa nada perguntar: Marquinhos como estão às investigações do “Escândalo no RH”?

A extinção da Comsercaf.

A dupla Alair/Marquinhos (PP/PMDB) já extinguiu a Procaf, a Secaf, chegou a criar a natimorta Codestam e acabou por reforçar a Comsercaf. As autarquias obedecem aos interesses dos esquemas políticos vigentes no município, não fazem nenhuma falta. Passou da hora de acabar.

A “mídia amiga” está com Marquinhos.

Existe um claro esforço da “mídia amiga” em livrar a cara e tudo mais do prefeito Marquinhos Mendes (PMDB). As manchetes e trechos de matérias são colocados de maneira subliminar, favorecendo o prefeito e cutucando a oposição. Cabe apenas uma ingênua pergunta: por quê?

A “andorinha mor”

As “andorinhas”, algumas de asas caídas em função da exposição ao “sol e a chuva” desde que o mandato de Adriano Moreno acabou, reacenderam a esperança. Desde a alvorada voam pelas redes sociais, marretando o governo em nome da moral e dos bons costumes. O engraçado é que boa parte das “andorinhas” fazia parte do governo do “velho morubixaba”, inclusive a “andorinha mor”.


4 responses so far

dez 11 2017

ATENÇÃO CABO FRIO

Published by under Jornalismo

s


No responses yet

dez 11 2017

GRAVURAS

Published by under Jornalismo

BARROS


No responses yet

dez 11 2017

CHARGES

Published by under Jornalismo

CHARGES VERDE EXÉRCITO

CHARGE-1

CHARGE-2

CHARGE-3


No responses yet

dez 11 2017

MT BOY

Published by under Jornalismo

MT-BOY


No responses yet

dez 11 2017

MAU CHEIRO E ESCURIDÃO SÃO A REALIDADE NO GOVERNO DE ANDRÉ GRANADO EM ARMAÇÃO DOS BÚZIOS. Manoel Eduardo da Silva (Marreco).

Published by under Jornalismo

ARTIGO VERDE EXÉRCITO

 Quem passa pela Estrada José Bento Ribeiro Dantas em frente à Policlínica Municipal pode sentir o mau cheiro vindo das laterais da pista de rolamento. Já em frente à Escola Municipal Nicomedes o mau cheiro se repete, além desta situação nesta Estrada que é a única via de acesso à península buziana, o trecho entre o ‘pórtico até a entrada da praia da ferradura’ já totalizam 29 lâmpadas queimadas. Parece que o mau cheiro não incomoda ao prefeito e aos seus auxiliares. “É insuportável, pois, esse mau cheiro fica o dia inteiro – o mês inteiro – o ano inteiro”. Quanto o problema da falta de iluminação pública é de se desconfiar, pois, mensalmente o cidadão paga uma importância embutida na sua conta de luz e, para onde está indo este dinheiro? Quantos a prefeitura já recebeu desde criação da lei de contribuição? Quanto já forma gastos com as substituições de lâmpadas queimadas? Quantos foram gastos com rede elétrica de baixa tensão? Quantos têm de saldo positivo ou negativo? Onde estão estocados os materiais elétricos de reposição? Quem é o responsável por este setor e gerenciamento deste dinheiro? Tanto a prefeitura quanto a concessionária de energia precisa ser investigada pelo Ministério Público Estadual, pois, uma recebe e repassa para a outra e nenhuma resolve a questão e tudo continua “escuro” é perigoso! É impressionante que nem a troca de lâmpadas queimadas e pagas antecipadamente pelos moradores da cidade a gerência responsável pelo setor não atende a população. É um governo da escuridão e dos maus cheiros.

MANOEL-EDUARDO-MARRECO

(*) Manoel Eduardo da Silva – Marreco.

Ex-vereador de Búzios.


One response so far

dez 11 2017

JORNAL DO TOTONHO

Published by under Jornalismo

JORNALDOTOTONHO-1


No responses yet

dez 09 2017

NOTÍCIA & OPINIÃO – EDIÇÃO ESPECIAL DE SÁBADO.

Published by under Jornalismo

EDICAO-ESPECIAL

Marquinhos lacrou! “Para mim é uma novidade”.

O prefeito Marquinhos Mendes (PMDB) poderia ganhar a vida como autor ou ao menos divulgador de frases de efeito. Assim foi com a famosa “farinha pouca meu pirão primeiro”, em seu 1º dia de mandato, que se tornou uma espécie de mantra do seu prodigioso governo. Ontem, ao se referir ao Escândalo na Comsercaf, Marquinhos lacrou: “para mim é uma novidade”.

Que apuração é esta?

Durante as entrevistas, concedidas após encontro com os vereadores da base governista, o prefeito nomeou uma comissão de amigos seus, a começar pelo presidente, para tocar e investigar a Comsercaf. Será que Marquinhos Mendes (PMDB) crê que a população vai engolir que alguma apuração, absolutamente imparcial vai sair dali?

Cláudio Moreira é um fantasma?

Qualquer hora dessas vai se imaginar que o ex-presidente da ex-insolvente Comsercaf, Cláudio Moreira, é um fantasma ou mesmo nunca existiu. Tudo fruto dos delírios da população de Cabo Frio, a começar pelo prefeito Marquinhos Mendes (PMDB), que finge que o seu “braço direito” nunca existiu.

Tá na hora de “pedir o boné” e se mandar.

Será que agora, finalmente sairá a CPI da Comsercaf, na câmara municipal de Cabo Frio? Não é possível que os vereadores governistas tenham a cara de pau de recusá-la. Com CPI ou não, fica claro para a sociedade, que Marquinhos Mendes (PMDB), principal aliado de Jorge Picciani (PMDB), na Região dos Lagos, perdeu as condições éticas e políticas para continuar prefeito.

Alair/Marquinhos tem que sair de cena.

O grupo político formado pela dupla Alair/Marquinhos (PP/PMDB) tem que sair de cena, como afirmou o vereador Rafael Peçanha (PDT). A cidade não aguenta mais a sucessão de escândalos, que a estão levando diretamente para as páginas policiais, com ações que jogaram a economia da cidade no lixo, apesar dos bilhões de reais recebidos através dos royalties.

O filé é a alta temporada.

Durante as entrevistas Marquinhos Mendes (PMDB) teve a cara de pau de dizer que tentará que a Prime permaneça durante a alta temporada de verão para que não aconteça colapso na coleta de lixo do município. Quem tem boa memória lembra do outro mandato de Marquinhos quando trouxe pra cá aquela empresa que explorava os estacionamentos públicos. Apesar da justiça, a empresa conseguiu faturar uma senhora grana durante a alta temporada e depois se mandou.

Rafael & Molon

RAFAEL_PECANHA_MOLON

O vereador Rafael Peçanha e o deputado Alessandro Molon reuniram-se no Rio de Janeiro, analisando o quadro político e os diferentes cenários para o estado em 2018. Rafael levou ao deputado uma série de reivindicações da região, inclusive emendas orçamentárias para o IFF- Cabo Frio, IFRJ – Arraial do Cabo e Radioterapia SUS – Cabo Frio.

Eleições no Rui.

COLEGIO-RUI-BARBOSA

A Chapa 2 foi à vitoriosa nas eleições, realizadas ontem, sexta-feira, 8, para a direção do Colégio Municipal Rui Barbosa. A Chapa 2 obteve 263 votos, contra 207, da Chapa 1. Voto universal! É esperar que a nova direção continue a luta para manter o “Rui” como a principal peça do Ensino Médio, na rede municipal.


No responses yet

dez 08 2017

NOTÍCIA & OPINIÃO

Published by under Jornalismo

MALABARISMO

Malabarismo

O jornalismo da InterTV conseguiu falar do Escândalo da Comsercaf, que ocupou quase integralmente o horário do RJ, na 2ª edição de ontem, sem citar sequer uma vez o nome do prefeito Marquinhos Mendes (PMDB). É por essas e outras que a credibilidade vai embora.

Fora do foco.

MARQUINHO_MENDES_16

O prefeito Marquinhos Mendes (PMDB), apesar da imensa sucessão de crises no seu governo, continuava passeando pelo sul do Brasil. Não se sabe exatamente a razão desse turismo. Segundo as “paredes murmurantes” do Palácio Tiradentes o prefeito queria mesmo sair do foco da mídia.

Levanta a mão para o céu!

A situação política do prefeito Marquinhos Mendes (PMDB) é insustentável. O prefeito  deverá levantar as mãos para o céu, se por obra e graça do divino espírito santo, conseguir terminar o mandato. Marquinhos foi enquadrado na Lei da Ficha Limpa, o Processo 101 transitou em julgado e foi exemplo do mau uso do foro privilegiado pelo ministro Luís Roberto Barroso. É muita coisa para um prefeito só.

Derrocada coletiva da parentada.

A derrocada política de Marquinhos Mendes (PMDB) carrega junto o seu grupo político a começar pelos seus candidatos a Assembleia Legislativa, o presidente da câmara, Aquiles Barreto (PRB) e Carlos Victor (PRB), que sonha sentar numa poltrona na câmara federal.

Desprestígio

A cidade de Cabo Frio anda tão desprestigiada, que o ex-presidente da Comsercaf, Cláudio Moreira, não foi para a badalada prisão de Benfica, mas para as terras de Araribóia: ficou mesmo pelo Ari Franco, em Niterói.

Bloqueio das contas.

Para complicar ainda mais a situação do acuado governo de Marquinhos Mendes (PMDB), a justiça determinou o bloqueio das contas da prefeitura de Cabo Frio. Segundo o secretário Clésio Guimarães Faria o bloqueio é para pagar velhos precatórios.

Bancos não compram a folha.

O governo acha que não, mas os executivos do setor financeiro devem estar matutando se realmente vale a pena comprar a folha de pagamentos de uma prefeitura envolvida em seguidos escândalos, com o Ministério Público e a Polícia Federal nos calcanhares.

Herança?

A política interiorana é uma realidade cabofriense apesar da elite local imaginar, que mora no Leblon. É só olhar para a câmara e ver os “filhotes”: Rodolfo (Rui Machado), Miguel (Milton Alencar), Guilherme (Cláudio Moreira) e Vanderlei (Silas Bento). Novidade não é uma questão de idade.

A ascensão de Rafael.

O grupo político do ex-vereador Adriano Moreno (REDE) teme a ascensão política do vereador Rafael Peçanha (PDT). O mandato do vereador trabalhista é bem mais articulado na sociedade organizada que o do médico ortopedista, que eleito pelo PP do velho morubixaba, só rompeu com o governo no ano eleitoral.

A investigação dos “contratos emergenciais”

O vereador do PDT, Rafael Peçanha, foi quem exigiu a investigação dos “contratos emergenciais” e fez a representação junto ao Ministério Público. Agora, o Escândalo da Comsercaf explodiu de maneira irreversível, com a prisão de empresários e do próprio presidente da autarquia.


One response so far

dez 08 2017

INFORME PUBLICITÁRIO

Published by under Jornalismo

IVA-01

IVA-02


No responses yet

dez 08 2017

JORNAL DO TOTONHO

Published by under Jornalismo

JORNALDOTOTONHO_2


One response so far

dez 07 2017

A VINGANÇA NÃO PODE SER MAIOR QUE A JUSTIÇA!

Published by under Jornalismo

EDITORIAL BEGE ESCURO

A VINGANÇA NÃO PODE SER MAIOR QUE A JUSTIÇA!

O Jornal do Totonho tem ojeriza, nojo mesmo dos pré-julgamentos, das condenações prévias e das ilações sem conteúdo, que visam à degradação do outro. Sem transparência e respeito pela democracia, o estado de direito tende a ruir.

Estamos vivendo momentos onde o sentimento de vingança está substituindo o de justiça, que deve nortear a vida e a convivência social. A destruição de reputações através de ações dirigidas pelo ódio e extremismo neofascista não deve contaminar a política.

A inteira transparência, com intensa participação popular, deve ser exigência da sociedade contemporânea, que procura o fortalecimento das instituições.


No responses yet

dez 07 2017

NOTÍCIA & OPINIÃO

Published by under Jornalismo

CARRAPATOS

A Turma do Carrapato.

A Folha dos Lagos bombou com a manchetaça Sujou! Sujou mesmo. Resta saber e só a continuação das investigações vai dizer para quem efetivamente sujou. A cidade não aguenta mais a maré de péssimas notícias geradas pela “turma do carrapato”, que quer continuar chupando o sangue do povo cabofriense.

Marquinhos precisa se explicar.

MM-CM

Embora no momento os flashs estejam voltados para o até então todo poderoso presidente da Comsercaf, Cláudio Moreira, a estrela da companhia é Marquinhos Mendes (PMDB). O prefeito precisa ao menos dar explicações convincentes. Esse papo furado de sindicância interna não cola.

Xeque mate no modelo!

Numerosos fantasmas, favorecimento a vereadores da base governista, esquemas de várias naturezas da politicagem cabofriense poderão ser revelados pelo prosseguimento das investigações do Ministério Público e Polícia Federal. Será que finalmente o modelo dilapidador da riqueza do povo cabofriense será revelado em toda sua natureza e extinto?

Os escândalos no governo municipal.

Em menos de dois meses o governo do PMDB, de Marquinhos Mendes, se viu diante de dois escândalos: os supersalários do RH e para coroar as festas natalinas, que estão chegando, a grande bomba da Comsercaf. Em menos de um ano, o prefeito que em seu primeiro dia de governo celebrizou-se pela frase de grande cunho ético “farinha pouca meu pirão primeiro” jogou fora o seu patrimônio político.

O poder é efêmero – 1.

O poder é realmente efêmero e pega de surpresa todos aqueles que imaginam ou sonham, que é eterno. Hà 48 horas Cláudio Moreira, presidente da Comsercaf e pai do vereador Guilherme Moreira, do PPS, era todo poderoso e bajulado pela elite econômica, social e política de Cabo Frio. E hoje?

MM-CM-1

O poder é efêmero – 2.

O Jornal do Totonho sempre publica ao lado dos nomes dos políticos os partidos aos quais pertencem. É uma maneira de valorizar os partidos políticos essenciais para a democracia. Pois bem, na tarde de ontem o Jornal do Totonho recebeu várias ligações pedindo que o nome do partido não fosse associado ao senhor Cláudio Moreira. E o blog nem sabe a que partido o ex-presidente da Comsercaf está filiado. O poder é efêmero, mas as pessoas …

Reforma dos banheiros públicos.

BANHEIROS

O estado deplorável em que se encontram os banheiros públicos da Praça Porto Rocha e da orla da Praia do Forte chamaram a atenção do vereador Rafael Peçanha (PDT). O vereador trabalhista através de uma indicação legislativa reivindica do governo municipal a reforma.

Equipamentos destruídos e degradados.

Os equipamentos urbanos de Cabo Frio se encontram destruídos ou bastante degradados. Mesmo assim a secretaria municipal de turismo tenta, certamente de boa fé, construir uma história de sucesso na área de recepção aos turistas: bastante complicado!

Baixo astral.

Os monumentos históricos degradados, sinalização turística péssima ou inexistente, ruas que parecem o solo lunar, tal o número de buracos quase valas e sem banheiros públicos. Para culminar, a cidade passou a ter sua administração pública parte do noticiário policial.

Eleições no Rui.

COLEGIO-RUI-BARBOSA

Amanhã, oito de dezembro tem eleições para a direção do Colégio Municipal Rui Barbosa. É preciso que ao votar, alunos, funcionários e professores estejam bastante conscientes da necessidade de preservar o “Rui” como um colégio inovador, democrático, que preza a liberdade de expressão e que contribui enormemente para a formação da garotada de Cabo Frio.

 


No responses yet

dez 07 2017

BUITRAGO IMÓVEIS

Published by under Jornalismo

BUITRAGO_IMOVEIS


No responses yet

dez 07 2017

ANIVERSÁRIO CEREALL GOURMET

Published by under Jornalismo

CEREALL


No responses yet

dez 07 2017

CHARGES

Published by under Jornalismo

CHARGES BEGE ESCURO

CHARGE-1

CHARGE-2

CHARGE-3


No responses yet

dez 07 2017

CORDA E CAÇAMBA

Published by under Jornalismo

PROPAGANDA-1


No responses yet

dez 07 2017

WORKSHOP INTERNACIONAL DO COMMON OCEANS TUNA PROJECT SERÁ REALIZADO NA BASE DO PROJETO ALBATROZ EM CABO FRIO NO CAMPUS DA UVA – Eduardo Pimenta.

Published by under Jornalismo

ARTIGO BEGE ESCURO

EDUARDO_PIMENTA_2

Eduardo Pimenta (*)

WORKSHOP INTERNACIONAL DO COMMON OCEANS TUNA PROJECT SERÁ REALIZADO NA BASE DO PROJETO ALBATROZ EM CABO FRIO NO CAMPUS DA UVA

Pesquisadores brasileiros e estrangeiros, representantes do governo e organizações ambientais se reunirão nos dias 14 e 15 de dezembro com o Projeto Albatroz, patrocinado pela Petrobras por meio do Programa Petrobras Socioambiental, e a Birdlife International (África do Sul) para o workshop do Common Oceans Tuna Project. O encontro será realizado na base mantida pelo Projeto na cidade de Cabo Frio (RJ). Nele, serão apresentadas informações recentes sobre a captura de albatrozes e petréis, além da criação de uma base de dados global sobre o assunto. Implementado pela Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO), o projeto tem o objetivo de atingir eficiência e sustentabilidade na produção de atum e conservação da biodiversidade nas Áreas Além da Jurisdição Nacional (ABNJ), através de uma abordagem ecossistêmica na pesca deste peixe. O workshop será conduzido pela coordenadora geral do Projeto Albatroz, Tatiana Neves, e o representante da Birdlife International (África do Sul), Ross Wanless. Serão apresentados nas palestras os dados mais recentes sobre o panorama da captura incidental de aves marinhas nos âmbitos global e nacional; além de iniciativas internacionais e regulamentos brasileiros. Também será discutida a importância de informar dados confiáveis sobre capturas incidentais de aves marinhas e analisar as possíveis soluções para garantir que as informações sejam coletadas de diferentes fontes de dados, a fim de que o Brasil participe da Avaliação Global de Plumagem de Aves Marinhas, que será realizada no ano que vem.

AVE-1

Entre os participantes do evento, haverá membros do Ministério do Meio Ambiente (MMA), Birdlife International, Projeto Albatroz, Projeto Tamar, Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA), Centro Nacional de Pesquisa e Conservação das Aves Silvestres (Cemave), Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), Secretaria de Pesca, Universidade do Vale do Itajaí (UNIVALI), Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC), entre outros. Segundo Tatiana Neves, o evento vai reunir mais subsídios para contribuir com o trabalho de conservação de albatrozes e petréis. “É importante realizar este workshop aqui porque ele vai promover a união de esforços de diversas organizações e pessoas, tanto do governo quanto de ONGs e academia, visando juntar em uma única base de dados todas as informações geradas até hoje sobre a captura incidental destas aves no Brasil”, explica. “Dessa forma, nós poderemos realizar estudos com estatísticas mais consistentes para compreender a realidade da situação de conservação destas espécies de aves, não só no Brasil, mas também em todo o Oceano Atlântico Sul Ocidental”.

 (*) Professor, biólogo e Coordenador Municipal do Meio Ambiente.


No responses yet

dez 06 2017

NOTÍCIA & OPINIÃO

Published by under Jornalismo

MARQUINHO_MENDES12

O que vem por aí?

Desde o primeiro dia o governo Marquinhos Mendes (PMDB) tem sido marcado por sucessivos escândalos. Começou em seu primeiro dia de mandato quando disse a célebre frase “farinha pouca meu pirão primeiro” e não parou mais, culminando com a prisão do presidente da Comsercaf, Cláudio Moreira (PPS).

Tá na hora de pedir o boné.

É óbvio que Marquinhos Mendes (PMDB) perdeu as condições de governar tal o número de questões que enfrenta na justiça: o tal processo 101 já transitou em julgado. No STF, o prefeito está devidamente enquadrado na Lei da Ficha Limpa, só faltando à filigrana jurídica da modulação e por aí vai. Está na hora de pedir o boné e se mandar.

Anulação dos contratos.

RAFAEL_PECANHA_3

O vereador Rafael Peçanha (PDT), desde o primeiro momento, se colocou contra os “contratos emergenciais” feitos no início do governo Marquinhos Mendes (PMDB). O vereador trabalhista anunciou ontem na câmara que entrou com representação no Ministério Público pedindo a anulação dos contratos.

Até o Marlim de Ouro se mandou.

MARLIM-SUMIU

A bancada governista na câmara está totalmente perdida sem saber como lidar com uma crise tão grave. A “Crise na Comsercaf” atinge diretamente os vereadores e deixa muita gente “pendurada” na autarquia sem saber o que fazer, inclusive com o futuro bastante incerto. A essa altura dos acontecimentos até mesmo o Marlim de Ouro deu meia volta e está nadando de braçada em direção ao Estreito de Drake.

O governo acabou.

Não faz sequer um ano da posse de Marquinhos Mendes (PMDB) e o prefeito vê seu castelo de areia, montado com tanta ênfase, desmanchar. Os aliados que escolheu para se eleger e governar, fatiando a administração da cidade, sem o menor pudor e constrangimento, gerou o caos que aí está. O que o prefeito está reconstruindo?

Onde estão os indignados seletivos?

Depois do “arrasta pé” da Polícia Federal, em Cabo Frio, por onde andam aqueles que são tomados pela indignação seletiva? Onde estão os sindicalistas, que esvaziaram os protestos dos trabalhadores e apoiaram Marquinhos Mendes (PMDB)? Estão com vergonha e se escondem? E a turma que apoiou o atual prefeito em troca de empregos, cargos comissionados? E os fantasmas tão comuns em nossa cidade?

Orelhas e cabelos em pé.

O Escândalo na Comsercaf não atinge apenas o governo de Marquinhos Mendes (PMDB). A turma que nos últimos vinte anos se reveza no poder deve estar de “orelha em pé” e bastante preocupada. O “velho morubixaba” e sua parentada não deve guardar sossego, o coração está acelerado e não é por amor.

“Andorinhas” alvoraçadíssimas.

ANDORINHAS-DE-BICO-ABERTO

Os desmandos no governo aceleraram o desgaste do governo Marquinhos Mendes (PMDB) e aceleraram as batidas nos corações das “andorinhas”. A posse imediata ou mesmo novas eleições alvoroçaram as “andorinhas” do ex-vereador Adriano Moreno, que já foi do PP de Alair Corrêa e hoje circula como geladeira nova na REDE de Dona Marina.

Falta talento a mídia amiga.

A “mídia amiga” bem que tenta, mas lhe falta talento para construir uma história, que amenize a situação político-jurídica do prefeito Marquinhos Mendes. O prefeito enfrenta talvez o seu pior momento, com desgaste nunca imaginado pela turma que sempre o acompanha em troca de cargos, contratos, acordos e tudo mais. Se for obrigado a deixar a macia poltrona que ocupa no Palácio Tiradentes verá como é dura à solidão.

 


One response so far

dez 06 2017

JORNAL DO TOTONHO

Published by under Jornalismo

JORNALDOTOTONHO_5


No responses yet

dez 05 2017

NOTÍCIA & OPINIÃO.

Published by under Jornalismo

CHAPA1

CHAPA2

Eleição no ‘Rui Barbosa’.

O Colégio Municipal ‘Rui Barbosa’ elege sua nova direção, na sexta-feira, 8 de dezembro. Concorrem duas chapas: o voto é universal.

A esperança é a última que morre.

Causou um pequeno corre-corre a notícia que foi publicado o ‘transitado e julgado’ do prefeito Marquinho Mendes (PMDB), no famoso processo 101. As “andorinhas” ficaram um pouco mais alvoroçadas, cheias de esperança.

Escapando por pouco?

O prefeito Marquinhos Mendes (PMDB) tem escapado do severo julgamento da opinião pública em relação à prisão do presidente licenciado da Alerj, Jorge Picciani (PMDB). O prefeito de Cabo Frio é o principal aliado de Picciani, na Região dos Lagos.

Marquinhos se livrando do PMDB.

Não é por coincidência que o prefeito está querendo ver a legenda do PMDB pelas costas. Marquinhos Mendes que nunca deu bola para partido político está se encaminhando para o PRB e já mandou na frente um dos representantes da parentada, o presidente da câmara, Aquiles Barreto.

Politicagem barata.

Os vereadores da base governista tiveram péssimo papel nos últimos dias. Primeiro a pressão que fizeram junto à prefeitura para permitir o uso de bujões de gás, nas areias das praias de Cabo Frio. Segundo, o apoio aos diretores de escolas, que não apresentaram corretamente suas contas.

Escolas como “currais eleitorais”.

A Educação como sempre sofre na mão da politicagem barata, que usa as escolas como currais eleitorais e determinados diretores como cabos eleitorais. Falta respeito e principalmente trabalho por uma educação de qualidade.

Efetivos X Contratados

Prefeitos e vereadores adoram profissionais da educação contratados, porque além de receberem salários menores são obrigados a “beijar a mão” dos poderosos de plantão. Os contratados tem, evidentemente, maior dificuldade para reivindicarem seus direitos.

Banheiros públicos.

BANHEIROS

Os banheiros públicos continuam ser a vergonha de Cabo Frio. A prefeitura parece incapaz de resolver o problema. Que tal a ACIA tomar a frente? Afinal, os comerciantes deveriam ser os maiores interessados em dar conforto aos moradores da cidade e aos turistas.

 


One response so far

dez 05 2017

JORNAL DO TOTONHO

Published by under Jornalismo

JORNALDOTOTONHO_5


No responses yet

dez 04 2017

NOTÍCIA & OPINIÃO.

Published by under Jornalismo

bodenasala

O “bode na sala”

A distorção no orçamento foi tão explícita e constrangedora, que fica parecendo ter sido armada pelo próprio governo, o chamado “bode na sala”. O vereador Rafael Peçanha (PDT) acredita que a bancada governista quer aparecer para a população como a salvadora da pátria, com um remendo aqui e outro acolá.

Sobre a Audiência Pública.

As distorções na proposta orçamentária do governo de Marquinhos Mendes (PMDB) ficaram bastante evidentes na Audiência Pública que, evidentemente precisa mudar de formato para melhorar e ampliar a participação da sociedade civil.

O “remendo” da bancada de Marquinhos.

A bancada de Marquinhos Mendes (PMDB) apresentou um “remendo” para remanejar 15 milhões da Comsercaf para a Educação, depois de terem cortado 57 milhões da Educação. É uma piada de mau gosto de quem pensa que a população é constituída por otários.

Sobre o orçamento da Educação.

O vereador Rafael Peçanha (PDT) propõe a transferência de 30 milhões para a Educação, que ficaria com 30% do orçamento. Quando da elaboração e aprovação da Lei Orgânica Municipal ficou estabelecido 35% para a Educação, reduzida no governo de Alair Corrêa (PP) para 25%.

Tudo muito parecido.

O governo de Marquinhos Mendes (PMDB) anuncia pela segunda vez a necessidade de redução da folha salarial e “tudo continua como antes no Quartel do Abrantes”. Até nisso, se parece com a administração de Alair Corrêa (PP). Os dois são realmente “farinha do mesmo saco”.

Processo 101: transitado e julgado

O famoso processo 101 do prefeito Marquinhos Mendes (PMDB), foi publicado no dia 30 como “transitado e julgado”. Dessa forma, estando condenado, fica com mínimas possibilidades de se salvar no TSE (Tribunal Superior Eleitoral).

O marlim de ouro.

MARLIM

Após o “transitado e julgado” do dia 30 de novembro, o “marlim de ouro”, que estava rondando a boca da barra, se escafedeu mais uma vez. O sonho do “marlim de ouro” é chegar triunfante pelo Canal do Itajuru e retornar ao seu posto original pendurado junto à agênciade venda das passagens para os passeios de barcos.

Vão mijar aonde?

Os banheiros dos “quiosques de ouro” são uma vergonha, tal a imundice. A cidade não tem banheiros públicos e a secretária de turismo ainda tem a cara de pau de falar em circuito histórico/cultural e divulgar que vão desembarcar por aqui os turistas de onze transatlânticos.

coral

Nesta terça (05/12), às 18 horas, para celebrar o amor, a esperança, a paz e a fraternidade, o Coral Infantil do tradicional Colégio Franciscano Sagrado Coração de Jesus abre as comemorações do Natal no Cereall Gourmet. Entrada franca.


2 responses so far

dez 04 2017

PROJETO KILOMBOLOKO

Published by under Jornalismo

VISUNGO

PROJETO KILOMBOLOKO
Grupo Vissungo 40 anos

link campanha CATARSE
https://www.catarse.me/kilomboloko2017

O Grupo Vissungo é um projeto musical, uma banda que concebe seu som, seu produto, a partir de muita pesquisa, de campo e de estúdio, como você verá por aqui, em muitos links abaixo, caso nunca tenha ouvido falar de nós.

O curioso é que fazemos isto, acredite, desde…1975!

Somos especializados na música africana que mais diz respeito á cultura brasileira geral – a música da Diáspora africana no Brasil, melhor dizendo – fazendo sempre uma releitura que torne esta música adequada á realidade dos sons do que chamamos de música popular, moderna, urbana, a música das mídias do mundo inteiro ou seja: sem folclorismos vãos.

O resultado, na linguagem de rótulos simples do Mercado, pode ser caracterizado como algo entre o Afro-beat e a Black Music, só que no nosso caso avançamos sem grandes compromissos com os modismos do mercado, construindo uma música muito particular e original, que nunca coube nos caixotinhos desse shopping center de bugigangas em que se transformou à indústria fonográfica do Brasil.

É que gravamos bastante, fizemos muitas turnês por várias partes do Brasil e do exterior, mas sempre tivemos este nosso som real, ignorado pelo mercado fonográfico brasileiro, que não quis, ou nunca conseguiu nos inserir em nenhum de seus escaninhos estético-comerciais, nos convidando sempre para gravar apenas aquela música negra mais próxima dos chavões da MPB ou do mais tradicional, dos sons “negros” mais subalternos e convencionais enfim, como se este fosse o lugar a nós destinado e pronto. Mas não.

Com KILOMBOLOKO pretendemos gravar 12 exemplos da nossa extensa e impressionante trajetória musical, provando o quão moderna e interessante esta nossa música sempre foi e, agora registrada, sempre será.

Você, com seu apoio, será nosso precioso parceiro nessa caminhada infinita.

KILOMBOLOKO vem aí!


No responses yet

dez 04 2017

JESUS!

Published by under Jornalismo

JESUS


No responses yet

dez 04 2017

CHARGES

Published by under Jornalismo

CHARGES VERMELHO

CHARGE-1

CHARGE-2

charge-3


No responses yet

dez 04 2017

REVISTA NÁUTICA CONVÉS

Published by under Jornalismo

NAUTICOCONVES


No responses yet

dez 04 2017

PALESTRA DE ÂNGELO AZEVEDO

Published by under Jornalismo

PALESTRA


No responses yet

dez 04 2017

BUITRAGO IMÓVEIS

Published by under Jornalismo

BUITRAGO_IMOVEIS


No responses yet

dez 04 2017

INVISTA EM SEUS SONHOS

Published by under Jornalismo

LENILZA-VINAGRE


No responses yet

dez 01 2017

NOTÍCIA & OPINIÃO

Published by under Jornalismo

ASSEMBLEIA

Antipatia!

A bancada governista bem que tenta, mas não dá para disfarçar a antipatia por qualquer movimento social organizado, especialmente pelo Sepe Lagos. Os vereadores não sabem lidar com trabalhador organizado, gostam dos favores individuais aqui e ali.

Consolidando a hegemonia?

O que o governo quer com o orçamento é a mais pura manipulação política. Quer botar dinheiro na Comsercaf controlada por Cláudio Moreira, ampliando e consolidando instrumentos políticos/eleitorais, que garantam a hegemonia do grupo.

SEPE-LAGOS

Meio fio X Educação

Importante lembrar que o prefeito Marquinhos Mendes (PMDB) pertence ao mesmo grupo político de Jorge Picciani e Paulo Melo. Para esse grupo a contratação de empresas para pintura de meio fio é muito mais importante, que investir na educação. Por isso os constantes ataques ao Sepe.

Todo apoio ao Sepe.

O que a bancada governista não entende é que o Sepe tem grande tradição de luta e que tudo o que os profissionais da educação conquistaram no Estado do Rio foi através do sindicato. Não respeitar o Sepe é desrespeitar o coletivo dos professores.

Trocando o PMDB pelo PRB?

LOGO_PMDB   LOGO_PRB

As “paredes murmurantes” do Palácio Tiradentes, sede da prefeitura de Cabo Frio, deixaram escapar que o prefeito Marquinhos Mendes está “namorando” o PRB de Edir Macedo, Crivella e Cláudio Bastos. Quer minimizar o desgaste de ser a figura mais expressiva do PMDB, na Região dos Lagos.

O PRB é a Universal?

O PRB, partido que representa os interesses da Universal do Reino de Deus, na vida política, quer entrar no vácuo, que pode ser deixado pelo PMDB. O velho PMDB, que sofre imensa rejeição pública, tem em Cabo Frio como principal figura o “supersecretário” Cláudio Bastos.

Lei contra o racismo no futebol carioca.

JANIO-MOVIMENTO-MULHERES

Os dados apresentados pelo Observatório de Discriminação Racial do Futebol deixam claro a urgência da Lei 7712/17, do deputado Janio Mendes (PDT), que estabelece penalidades administrativas aos clubes cujas torcidas praticam atos de racismo nos estádios.

Aguardando alguma novidade.

ANDORINHAS

Apesar da pequena movimentação política, exceto na Internet, as “andorinhas” ligadas ao médico ortopedista e ex-vereador Adriano Moreno (REDE), continuam bastante atentas ao STF e TSE. Sem gabinete, as “andorinhas” aguardam a posse do líder ou mesmo a realização de novas eleições.

Diabruras da “parentada”

A proteção das diabruras da “parentada” foi traço importante do governo do “velho morubixaba”. Aí chega Marquinhos Mendes (PMDB) dizendo que vai reconstruir a cidade e bem semelhante ao “mestre” dá abrigo à boa parte dos amigos e da “parentada”. Os dois, Alair e Marquinhos estão cada vez mais parecidos.


One response so far

dez 01 2017

MEMÓRIA É TRABALHO – ANTÔNIO DE GASTÃO

Published by under Jornalismo

ANTONIOGASTAO-2


No responses yet

dez 01 2017

ENCONTRA CANTOS – Maestro Maurício Durão.

Published by under Jornalismo

CORAL1


No responses yet

Next »