dez 04 2017

NOTÍCIA & OPINIÃO.

Published by at 5:20 under Jornalismo

bodenasala

O “bode na sala”

A distorção no orçamento foi tão explícita e constrangedora, que fica parecendo ter sido armada pelo próprio governo, o chamado “bode na sala”. O vereador Rafael Peçanha (PDT) acredita que a bancada governista quer aparecer para a população como a salvadora da pátria, com um remendo aqui e outro acolá.

Sobre a Audiência Pública.

As distorções na proposta orçamentária do governo de Marquinhos Mendes (PMDB) ficaram bastante evidentes na Audiência Pública que, evidentemente precisa mudar de formato para melhorar e ampliar a participação da sociedade civil.

O “remendo” da bancada de Marquinhos.

A bancada de Marquinhos Mendes (PMDB) apresentou um “remendo” para remanejar 15 milhões da Comsercaf para a Educação, depois de terem cortado 57 milhões da Educação. É uma piada de mau gosto de quem pensa que a população é constituída por otários.

Sobre o orçamento da Educação.

O vereador Rafael Peçanha (PDT) propõe a transferência de 30 milhões para a Educação, que ficaria com 30% do orçamento. Quando da elaboração e aprovação da Lei Orgânica Municipal ficou estabelecido 35% para a Educação, reduzida no governo de Alair Corrêa (PP) para 25%.

Tudo muito parecido.

O governo de Marquinhos Mendes (PMDB) anuncia pela segunda vez a necessidade de redução da folha salarial e “tudo continua como antes no Quartel do Abrantes”. Até nisso, se parece com a administração de Alair Corrêa (PP). Os dois são realmente “farinha do mesmo saco”.

Processo 101: transitado e julgado

O famoso processo 101 do prefeito Marquinhos Mendes (PMDB), foi publicado no dia 30 como “transitado e julgado”. Dessa forma, estando condenado, fica com mínimas possibilidades de se salvar no TSE (Tribunal Superior Eleitoral).

O marlim de ouro.

MARLIM

Após o “transitado e julgado” do dia 30 de novembro, o “marlim de ouro”, que estava rondando a boca da barra, se escafedeu mais uma vez. O sonho do “marlim de ouro” é chegar triunfante pelo Canal do Itajuru e retornar ao seu posto original pendurado junto à agênciade venda das passagens para os passeios de barcos.

Vão mijar aonde?

Os banheiros dos “quiosques de ouro” são uma vergonha, tal a imundice. A cidade não tem banheiros públicos e a secretária de turismo ainda tem a cara de pau de falar em circuito histórico/cultural e divulgar que vão desembarcar por aqui os turistas de onze transatlânticos.

coral

Nesta terça (05/12), às 18 horas, para celebrar o amor, a esperança, a paz e a fraternidade, o Coral Infantil do tradicional Colégio Franciscano Sagrado Coração de Jesus abre as comemorações do Natal no Cereall Gourmet. Entrada franca.


2 responses so far

2 Respostas to “NOTÍCIA & OPINIÃO.”

  1. Solangeon 04 dez 2017 at 7:57

    Prefeito
    Quer pagar a folha de pagamento em dia, quer? Muito fácil, tenha responsabilidades, sabemos é público é notório que a prefeitura tá abarrotada de funcionários, a pmcf virou cabide de emprego. Corta enxuga a folha, os carros e máquinas continua alugadas, corta empreiteiras que só servem para atender amigos do poder, .

  2. Marcoson 04 dez 2017 at 15:17

    O bodão posto na sala é um artifício prá lá de manjado, mas acaba dando o resultado que se deseja. Ou não é o que parece estar acontecendo?
    Além do óbvio desprezo à educação e afins, na minha humilde janela, esse bode do orçamento me traz duas questões, no mínimo curiosas.
    Primeiro, o quanto a Câmara vai dar pinote até aceitar definitivamente o cabresto de “segundo poder”; Ou o arreio vai ser atado docemente?
    Segundo, a Comsercaf é realmente necessária? Ou melhor, é realmente necessário que uma autarquia tenha tamanho orçamento e status de super-secretaria? Aqui mesmo, na vizinhança, a Ecatur está a nos dizer que as coisas podem dar muitíssimo errado…
    Sei lá, pode ser que o cheiro do bode esteja atrapalhando meu raciocínio…

Comments RSS

Deixe uma resposta