ago 11 2017

CADERNO DE BÚZIOS

Published by at 5:15 under Jornalismo

BBB

“Cara de pau”

A vereadora Joice Costa está conseguindo se superar no quesito “cara de pau”. A moça que, em vários momentos, serviu de leva e trás durante a crise instalada no governo, vai dar uma medalha José Bento Ribeiro Dantas a Henrique Gomes que até ontem ela, nos bastidores do poder, combatia.

Bastidores

Essa questão dos bastidores na política é sempre interessante e traz surpresas quando iluminada pelos dias de sol. Nem sempre o que aparece para o grande público é o que acontece na realidade. Em Búzios, os bastidores são ricos em informação.

“Travessuras”

Há na cidade movimentos nada ideológicos de alguns partidos, que são a cara da envelhecida estrutura político-partidária brasileira. Solução para esse tipo de “travessuras” só uma profunda reforma política.

De olho no poder.

O PSC que já teve em seus quadros André Granado, hoje no PMDB, sentindo o cheiro eminente do poder, através do dublê de pastor, político e empresário Samuel Gonçalves, se aproxima cada vez mais de Henrique Gomes.

Urgência!

O PSD que, outrora, tinha o ex-vereador Felipe Lopes como a solução para a cidade, começa a costear o alambrado e já vê, através de seu presidente e meia dúzia de seguidores, o impeachment de André Granado como uma saída para suas necessidades mais urgentes.

Lamentável!

Na última quinta-feira clima esquentou de vez Câmara de Vereadores de Búzios. Gladys Costa (PRB) chamou, literalmente, a também vereadora Joice Costa (PP) para saírem na mão, ali dentro da Câmara ou na Rua.

Adjetivos!

Ardilosa, maquiavélica, surucucu, naja, negociante do poder público, foram alguns adjetivos usados por Gladys contra Joice, mas o curioso mesmo foi quando a esposa do ex-vereador Evandro Costa a chamou de assistencialista.

Recados de Gladys – 1.

Não tenho medo de você e, tão pouco, de seu marido que vive por aí expondo uma arma na cintura. Não sou hipócrita, quando passar por mim nos corredores da Câmara, não fale comigo“.

Esse foi mais um recado de Gladys para Joice.

Recados de Gladys – 2.

É muito fácil falar que político é safado, mas o povo não fica atrás não, pois na hora do voto é um tal de pede pede, pensam só no próprio umbigo e não verificam em quem estão votando e acabam elegendo gente como essa surucucu.”

No final do pronunciamento, Gladys partiu para cima do povo e suas escolhas.

 


No responses yet

Comments RSS

Deixe uma resposta