jul 17 2017

EDITORIAL – O DESMANCHE!

Published by at 5:20 under Jornalismo

EDITORIAL_PRETO

partidos_politicos_brasil_560

O DESMANCHE!

O desmanche dos partidos é dos pontos altos da crise vivida pela estrutura nascida pós ditadura civil-militar, que costumamos chamar de Nova República. A credibilidade social das legendas é praticamente nenhuma. Suas propostas programáticas, que deveriam refletir as ideologias chafurdam em meio as práticas anti éticas. Representam interesses particulares de lideranças políticas locais, regionais, nacionais e também de grandes grupos econômicos empresariais e religiosos. A sociedade não é chamada para o debate e em regra, com as exceções habituais, as decisões e direcionamentos são frutos de um “petit comitê” de privilegiados. A participação popular é mero discurso oficialesco, os partidos cada vez estão mais desplugados do dia-a-dia, da realidade. Essas distorções geraram uma massa amorfa no interior dos paridos e demais grupamentos políticos, atraída por cargos, benefícios patrimoniais e perspectivas de ascensão social. Só a profunda reformulação da legislação político-partidária e eleitoral será capaz de eliminar a figuração, que hoje infesta o interior das siglas partidárias, refundando os partidos e os recolocando na posição de protagonistas da história política brasileira.


2 responses so far

2 Respostas to “EDITORIAL – O DESMANCHE!”

  1. Marcoson 17 jul 2017 at 14:23

    O nobre editor pode fazer as vezes de Diogenes e, em plena praça Porto Rocha, de lanterna Acesa, procurar uma boa alma que consiga recitar os 35 partidos listados pelo TSE. Só o nome, porque diferenciar um do outro nem os próprios partidos conseguem.
    Pluralidade é uma coisa boa. Mas essa miríade de partidos indistintos só traz mais dificuldades para o eleitor. Isso sem entrarmos na seara das alianças quase pornográficas.

  2. Julioon 17 jul 2017 at 15:23

    Muitos partidos para confundir o povo . Na realidade, tudo isso, não passa de uma INDIGESTA ” sopa de letrinhas. Ou seja , tudo bactéria da mesma infecção.

Comments RSS

Deixe uma resposta