dez 06 2017

NOTÍCIA & OPINIÃO

Published by at 5:19 under Jornalismo

MARQUINHO_MENDES12

O que vem por aí?

Desde o primeiro dia o governo Marquinhos Mendes (PMDB) tem sido marcado por sucessivos escândalos. Começou em seu primeiro dia de mandato quando disse a célebre frase “farinha pouca meu pirão primeiro” e não parou mais, culminando com a prisão do presidente da Comsercaf, Cláudio Moreira (PPS).

Tá na hora de pedir o boné.

É óbvio que Marquinhos Mendes (PMDB) perdeu as condições de governar tal o número de questões que enfrenta na justiça: o tal processo 101 já transitou em julgado. No STF, o prefeito está devidamente enquadrado na Lei da Ficha Limpa, só faltando à filigrana jurídica da modulação e por aí vai. Está na hora de pedir o boné e se mandar.

Anulação dos contratos.

RAFAEL_PECANHA_3

O vereador Rafael Peçanha (PDT), desde o primeiro momento, se colocou contra os “contratos emergenciais” feitos no início do governo Marquinhos Mendes (PMDB). O vereador trabalhista anunciou ontem na câmara que entrou com representação no Ministério Público pedindo a anulação dos contratos.

Até o Marlim de Ouro se mandou.

MARLIM-SUMIU

A bancada governista na câmara está totalmente perdida sem saber como lidar com uma crise tão grave. A “Crise na Comsercaf” atinge diretamente os vereadores e deixa muita gente “pendurada” na autarquia sem saber o que fazer, inclusive com o futuro bastante incerto. A essa altura dos acontecimentos até mesmo o Marlim de Ouro deu meia volta e está nadando de braçada em direção ao Estreito de Drake.

O governo acabou.

Não faz sequer um ano da posse de Marquinhos Mendes (PMDB) e o prefeito vê seu castelo de areia, montado com tanta ênfase, desmanchar. Os aliados que escolheu para se eleger e governar, fatiando a administração da cidade, sem o menor pudor e constrangimento, gerou o caos que aí está. O que o prefeito está reconstruindo?

Onde estão os indignados seletivos?

Depois do “arrasta pé” da Polícia Federal, em Cabo Frio, por onde andam aqueles que são tomados pela indignação seletiva? Onde estão os sindicalistas, que esvaziaram os protestos dos trabalhadores e apoiaram Marquinhos Mendes (PMDB)? Estão com vergonha e se escondem? E a turma que apoiou o atual prefeito em troca de empregos, cargos comissionados? E os fantasmas tão comuns em nossa cidade?

Orelhas e cabelos em pé.

O Escândalo na Comsercaf não atinge apenas o governo de Marquinhos Mendes (PMDB). A turma que nos últimos vinte anos se reveza no poder deve estar de “orelha em pé” e bastante preocupada. O “velho morubixaba” e sua parentada não deve guardar sossego, o coração está acelerado e não é por amor.

“Andorinhas” alvoraçadíssimas.

ANDORINHAS-DE-BICO-ABERTO

Os desmandos no governo aceleraram o desgaste do governo Marquinhos Mendes (PMDB) e aceleraram as batidas nos corações das “andorinhas”. A posse imediata ou mesmo novas eleições alvoroçaram as “andorinhas” do ex-vereador Adriano Moreno, que já foi do PP de Alair Corrêa e hoje circula como geladeira nova na REDE de Dona Marina.

Falta talento a mídia amiga.

A “mídia amiga” bem que tenta, mas lhe falta talento para construir uma história, que amenize a situação político-jurídica do prefeito Marquinhos Mendes. O prefeito enfrenta talvez o seu pior momento, com desgaste nunca imaginado pela turma que sempre o acompanha em troca de cargos, contratos, acordos e tudo mais. Se for obrigado a deixar a macia poltrona que ocupa no Palácio Tiradentes verá como é dura à solidão.

 


One response so far

Uma Resposta to “NOTÍCIA & OPINIÃO”

  1. Pauloon 06 dez 2017 at 10:18

    Totonho
    O governo Marcos Mendes, acabou. Mergulhado em denúncias de corrupção ele e seus aliados. O prefeito, agora não tem nenhuma condição moral e se tivesse vergonha a partir desse momento não poderá mais atrasar o pagamento dos servidores. Se a PF divulgar mesmo as escutas a situação de alguns vereadores estará nublaba. A frase farinha pouca meu pirão primeiro, se aplicou de fato. É bom colocar as barbas em de molho, pois, vem mais por aí em ramificações. Prefeito, renúncia!

Comments RSS

Deixe uma resposta