mar 13 2018

PARQUE DA COSTA DO SOL AMEAÇADO PELA ESPECULAÇÃO IMOBILIÁRIA – Movimento Ecoar.

Published by at 5:17 under Jornalismo

NOTA - Por erro do editor do Jornal do Totonho, a matéria abaixo foi atribuída ao biólogo e consultor ambiental Mario Flavio Moreira, quando na realidade foi elaborada pelo Movimento Ecoar. Pedimos desculpas pela incorreção.

ECOAR

Quatro áreas alvos de especulação imobiliária estão sendo atingidas por tentativa de retirada do Parque através de propostas apresentadas por dois deputados estaduais (Rosenverg Reis e Marcos Abrahão) na sessão da ALERJ na última quarta-feira (07/03/18).

Uma área em Cabo Frio, no Morro do Mico, entre o Jacaré e o Porto do Carro, compreendendo uma relevante área de Mata Atlântica.

Três áreas em Saquarema, que atingem a Lagoa de Jacarepiá, a Lagoa Vermelha e fragmentos importantes de restinga.

As quatro áreas não possuem ocupações e têm considerável valor ecológico. Em todas elas existem projetos de ocupação, especialmente por loteamentos.

Essas propostas de retirada de áreas do PECS foram apresentadas como emendas aditivas ao Projeto de Lei nº 1546/2016 que busca retirar do Parque uma área ocupada em Monte Alto, município de Arraial do Cabo.

A votação do Projeto de Lei e das emendas deve acontecer brevemente na ALERJ.

A população da Região dos Lagos precisa se manifestar em tempo! O Conselho do Parque da Costa do Sol precisa se manifestar! As secretarias de Meio Ambiente de Cabo Frio e Saquarema precisam se manifestar!


No responses yet

Comments RSS

Deixe uma resposta